Guias de positividade – Como a vida digital afeta seu bem-estar

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

[ad_1]

Guias de positividade - Como a vida digital afeta seu bem-estar 5
Nos últimos anos, muitos estudos envolvendo o uso regular de dispositivos de comunicação, como telefones celulares, foram realizados para verificar seu impacto na saúde.

Embora alguns resultados definitivos tenham sido alcançados, é difícil saber o efeito que esses resultados realmente têm sobre o bem-estar dos indivíduos.

Numerosos estudos foram realizados mostrando que os baixos níveis de radiação eletromagnética dos telefones celulares e outros dispositivos de transmissão têm um impacto direto nas moléculas do corpo.

As ondas de rádio e microondas emitidas por esses dispositivos causam aumento da oxidação em certas enzimas, marcando um aumento nos níveis gerais de oxidação no corpo. Ainda não está claro, no entanto, o quanto esse aumento da oxidação realmente prejudica o corpo, se é que o faz.

A oxidação é uma parte regular da vida, mas níveis aumentados de oxidação ao longo do tempo podem danificar as células e possivelmente levar ao câncer. Portanto, há pelo menos algum motivo para desconfiar dos possíveis danos.

Houve alguns estudos que mostraram fortes evidências de que esses alimentos e substâncias com alto teor de antioxidantes podem impedir uma grande parte da oxidação induzida por radiação. Substâncias como gingko biloba e própolis de abelha são bons exemplos (Ilhan et al. 2004) (Ozguner et al. 2005).

Uma ameaça potencial mais concreta e talvez ainda mais perigosa do uso inadequado da tecnologia é o efeito psicológico que ela pode ter.

Embora muitos estudos tenham sido realizados sobre o impacto mental e social da tecnologia, alguns estudos específicos se destacam. Um estudo realizado por Andrew Przybylski, na Universidade de Essex, demonstrou que mesmo a mera presença de um telefone celular durante uma conversa em pessoa pode diminuir a eficácia mental e emocional da interação através da diminuição da ligação e da diminuição da atenção (AK Przybylski, 2013).

Embora isso possa não ter um grande impacto em situações como uma conferência de negócios ou outras configurações de grupo, pode ter consequências potencialmente desastrosas quando se trata de estabelecer e manter relacionamentos pessoais.

O segundo estudo, realizado por Sara Thomeé e alguns outros, mostra quantos jovens adultos sofreram aumento dos níveis de estresse, ansiedade e depressão devido ao aumento do uso de telefones celulares (Thomeé et al. 2011). Não existe um mecanismo firme para a causa que ainda precisa ser estabelecida, mas há vários candidatos prováveis. Uma possível causa de estresse relacionado à tecnologia é a sensação de inadequação constante direcionada ao indivíduo e às circunstâncias da vida.

À medida que a tecnologia avança, fica mais fácil acompanhar o progresso do seu vizinho e também divulgar o melhor de si. Sites como o Facebook e o Twitter são carregados com fotos de amigos e conhecidos comprados em fotos, lindos e divertidos. Como resultado, isso muitas vezes leva os indivíduos a se comparar com os outros, e o resultado é uma maior insatisfação com a própria vida.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Outra maneira pela qual a tecnologia afeta a saúde psicológica é manter um vínculo constante com o estresse da vida. Ter um telefone celular à mão o tempo todo significa que o chefe pode entrar em contato a qualquer momento ou que os cobradores podem encontrá-lo não importa onde você esteja, mesmo que isso aconteça em uma ilha tropical carregada de piña coladas. Mesmo quando as chamadas estressantes não chegam, o telefone celular serve como um lembrete de que dívidas, obrigações e emergências de trabalho ainda existem e tornam muito mais difícil realmente deixar ir e relaxar.

Uma razão mais tangível para o aumento dos níveis de estresse são as distrações permitidas pelos dispositivos que não permitem que uma pessoa se concentre em uma tarefa por tempo suficiente para finalizá-la e, portanto, elas precisam constantemente encontrar seu lugar e, de fato, começar de novo. Isso causa confusão mental, produtividade reduzida e aumenta a sensação de estresse percebido, à medida que a mente é bombardeada por várias ameaças simultaneamente, em vez de conseguir se concentrar uma de cada vez.

Os efeitos adversos observados por este estudo variaram, dependendo do uso individual e da percepção da tecnologia, mas os resultados gerais mostram que o problema é grande o suficiente para merecer atenção à maneira como uma pessoa aborda o uso de sua tecnologia.

Um terceiro estudo realizado por Erin Gemmill e Michael Peterson adotou uma abordagem ligeiramente diferente. Eles estudaram como o uso do telefone celular contribuía para problemas externos de estresse, como chegar à aula ou trabalhar tarde, ser interrompido no meio da noite, perder informações vitais e entregar a lição de casa tarde. Todos os quais tendem a ser fortes fontes de estresse na vida dos alunos. O estudo constatou que 25% dos participantes do estudo experimentaram uma quantidade crescente de estressores induzidos pela tecnologia (Gemmill e Peterson, 2006).

Embora a tecnologia tenha um potencial poderoso para ajudar a facilitar um estilo de vida produtivo e em ritmo acelerado, também pode ser uma faca de dois gumes, especialmente se usada de forma irresponsável.

Aqui estão algumas dicas para ajudar a maximizar a eficiência e também gerenciar o estresse relacionado à tecnologia:

  • Verifique e-mails e mensagens apenas em determinados horários do dia ou da semana. Diga às pessoas para ligar para você em caso de emergência.
  • Não faça multitarefas com sua tecnologia. Concentre-se em uma tarefa e deixe as mensagens e e-mails até terminar.
  • Desligue o seu telefone à noite. Se você usá-lo para o seu despertador acordar de manhã, verifique se as notificações estão desativadas ou compre apenas um despertador barato.
  • Se estiver usando redes sociais, limite seu uso a apenas algumas horas por semana. Ao seguir em frente, faça o que pretendia fazer e desça. Não basta procurar inúmeras fotos e postagens.
  • Não compare as circunstâncias da sua vida com as de outras pessoas, que costumam fazer compras de fotos ou exagerar de outras maneiras.
  • Limite a navegação na mídia a apenas alguns minutos por dia. Não se sobrecarregue com informações.
  • Tire um tempo para desconectar-se a cada mês, ou melhor ainda, a cada semana. Deixe o telefone em casa e saia para fazer algo com seus amigos e familiares.
  • Guarde o telefone quando não estiver fazendo nada específico. Quando sentir vontade de retirá-lo e verificá-lo, opte por iniciar uma conversa com alguém próximo.
  • Nunca coloque o telefone ou a TV ao tentar ter uma conversa profunda ou emocionalmente carregada com alguém de quem você gosta.

Leia Também  Um Desejo de Aniversário - This Coffee Life

[ad_2]

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *