História do nascimento de Arrow – Um nascimento em casa no início da manhã

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

[ad_1]

História de nascimento de Arrow – um parto em casa no início da manhã

História de nascimento de Arrow

27 de abril de 2018 – 7 dias de atraso.

Contrações leves começaram por volta das 3 horas da manhã em que eu consegui dormir. Seborn saiu para o trabalho de manhã e eu agarrei meu chorão Zion, de 2 anos, e o trouxe de volta para a cama comigo para me aconchegar. Ele adormeceu e eu me levantei para ser cumprimentada por meu filho de 4 anos, Shiloh. Fomos para o café da manhã e sentamos no balcão para comer juntos e conversar. Lentamente, o resto das crianças começou a acordar e descer as escadas. Eu estava tendo contrações contínuas que eram muito suaves.

Continuei com leves contrações durante todo o dia, normalmente com 7 a 11 minutos de intervalo. Por volta das 14h30, meu marido disse que estava saindo do trabalho mais cedo para voltar para casa e, como as contrações eram consistentes, liguei para minha parteira para informá-la sobre o progresso. Ela se certificou de que eu estava comendo e bebendo e disse que iríamos nos ver mais tarde. Não sei por que, mas fui invadida por emoções e com a expectativa de meu marido voltar para casa, joguei minha cabeça no travesseiro do meu quarto e chorei. Fiquei impressionado com a emoção. Talvez medo. Talvez nervos. Mas eu precisava chorar. Difícil. Por um momento só. Então, eu resisti, rezei a Deus por força e me juntei aos meus filhos no andar de baixo para alguns jogos de cartas.

Fiquei tão feliz em ver Seborn entrar pela porta por volta das 15 horas e eu havia preparado uma refeição para todos nós. Depois de comer um jantar cedo, Seborn e eu decidimos subir as escadas muito rápido por algum “tempo no quarto” para possivelmente fazer as coisas rolarem um pouco mais rápido. Nesse momento, trabalhamos 12 horas de trabalho e quero parar e me concentrar durante as contrações, que agora estão com 6-9 minutos de intervalo. Como já era noite, decidimos que manteríamos as crianças conosco (em vez de meus pais irem buscá-las) e simplesmente relaxar com elas antes de colocá-las na cama. Orar e buscar força ao Senhor durante esse tempo como trabalho persistente não é algo tão fantástico de se experimentar.

Leia Também  Melhor fórmula de bebê para constipação [Our Top 10 Picks!]

Demos um passeio em família até o parque. Foi tão divertido ver as crianças correndo, rindo e brincando. Começou a polvilhar, então voltamos para casa e papai levou as crianças para tomar sorvete. Terminamos a noite com uma noite de cinema em família com The Greatest Showman. Colocamos as crianças na cama às 8 da noite e eu tentei manter a calma enquanto minha mente rodopiava com emoções desse trabalho enquanto beijava as crianças boa noite. Eu estava tentando tanto permanecer no momento presente com Seborn e as crianças a tarde e a noite, mas os pensamentos de trabalho iminente estavam me consumindo, enquanto eu continuamente experimentava contrações e esperava que elas acelerassem o ritmo.

Além de contratar o dia todo, eu também tinha fezes soltas excessivas. Eu estava eliminando a cada 10 minutos o dia todo. Eu estava constantemente no banheiro o dia inteiro e nem tinha muito apetite para conseguir mais comida, mas eu continuava fazendo tudo sair. Isso resultou em um incômodo bastante dolorido até o final do dia.

Tomei um banho relaxante com alguns óleos essenciais e minhas contrações pararam durante esse período e depois tentei relaxar na cama por um tempo até chegar às 22h. Fiz um check-in com minha parteira e avisei que não havia alcançado mais nenhuma progressão no trabalho de parto, de modo que tentaria dormir um pouco. Ao pousar meu telefone na mesa de cabeceira, eu tive uma grande contração enquanto estava deitado de lado e ficou super intenso no final. Senti um enorme POP e depois um jato de água.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Minha água estava quebrada e era marrom-amarelada (o que significa que havia mecônio nela.) Peguei meu telefone para conversar com minha parteira sobre isso e dissemos que ficaríamos conectados. Por causa dessa mudança no trabalho, Seborn e eu decidimos descer as escadas, assistir a um show juntos e ver se as coisas progrediram ainda mais. Minhas contrações foram separadas por 4-5 minutos pelas próximas 2 horas até meia-noite, quando decidimos tentar dormir um pouco.

Leia Também  “Eu sei o que vocês fazem secretamente depois de irmos para a cama.”

28 de abril – 8 dias de atraso

Ao voltar para a cama, nosso objetivo era dormir um pouco. Consegui me acalmar o suficiente para “descansar” por 10 minutos antes de precisar me concentrar em uma intensa contração. Todo mundo 10 minutos, eu fui acordado a partir da próxima onda. Não tenho certeza do quão produtivo meu “sono” foi entre as contrações porque minha mente estava sobrecarregada de pensamentos. Isso continuou por 3 horas até as 3 da manhã, quando minhas contrações subitamente se tornaram mais intensas, duraram mais e ficaram em média 2 a 4 minutos.

Eu precisava me levantar da cama e ficar em uma posição vertical para contrações. Acendemos as luzes de humor, colocamos música de adoração e meu difusor. Seborn e eu discutimos se deveríamos telefonar para nossa parteira e informá-la sobre a súbita mudança de ritmo. Então, às 3:15 da manhã, liguei para ela e decidimos que daria mais 15 minutos para ligar novamente e ver se havia trabalho. acelerou mais. Desliguei o telefone, tive uma grande contração e disse a Seborn para ligar de volta e começar a dirigir para nossa casa.

As contrações continuaram a acontecer e foram muito intensas. Eu sou um trabalhador de banheiro obstinado. A maior parte do meu trabalho ativo é gasta no banheiro. Meus gemidos estavam se tornando mais profundos e mais longos para me ajudar a superar cada onda. Minhas parteiras chegaram em cena e silenciosamente começaram a colocar seus suprimentos em nosso quarto às 4h15. Todas as crianças ainda estavam dormindo profundamente e eu senti conforto em saber que todas elas estavam escondidas em seu quarto, aguardando com segurança a chegada da irmã.

Eu não sabia quanto tempo ficaria em trabalho de parto, mas eu precisava me segurar agora em Seborn. Eu disse a Seborn que queria que ela nascesse antes das 6 da manhã, porque queria dar a todas as crianças a surpresa de sua vida quando acordassem de manhã.

Fora do vaso sanitário e em nosso quarto, enquanto estava em um grande bloco, segurei a cintura de Seborn durante cada contração e vi o sangue escorrer de mim a cada onda. Eu tinha 1-2 minutos entre cada contração e orava e meu trabalho se tornou um culto a Jesus. Parecia tão pacífico. Eu sabia que a próxima onda estaria chegando e eu estaria cada vez mais perto de empurrar. Antecipei o desejo de empurrar, mas esperei pacientemente porque sabia que, uma vez iniciado, teria que continuar pressionando até que ela saísse.

Leia Também  3 coisas que você precisa saber sobre o COVID-19 se tiver uma condição auto-imune

Então, eu queria tentar sentar no chão, então sentei entre as pernas de Seborn por 1 contração. Não. Inclinei-me de joelhos no nosso sofá na sala para a próxima contração. Não. Eu precisava me levantar e abraçar meu marido enquanto me inclinava para frente. Essa foi a minha posição. E o desejo chegou. Cada nova onda apresenta a intensa pressão para empurrar. Eu me abaixei e empurrei gentilmente, mas intencionalmente. Perguntei às minhas parteiras se ainda não tinham visto a cabeça dela e disseram: “Ela está chegando, Meghan. Você está indo muito bem.”

O desejo ficou mais forte e eu empurrei com mais força, pressionando o mais forte que pude. A cabeça estava saindo. Eu precisava continuar empurrando. Eu precisava recuperar o fôlego e fazer empurrões muito propositais. Intencional sobre os músculos e força para tirá-la. Orando e empurrando. Finalmente, sua cabeça estava fora. Eu sempre espero que meus bebês deslizem logo após esta parte, mas eles nunca o fizeram. Meu empurrão ainda não foi feito.

Eu tentei empurrar o resto do corpo dela para fora, mas ela estava tão confortável e apertada lá dentro que uma das minhas parteiras precisou enganchar seu ombro um pouco para ajudar a deslizá-la para fora. Depois de 3-4 empurrões mais intensos, seu corpo saiu e eu praticamente saí para Seborn para abraçá-lo e beijá-lo. Então me sentei e me virei para ver minha filha. Ela era perfeita. Absolutamente perfeito. Foi um momento tão milagroso e sagrado.

Sentado ali, na calma da madrugada, em nosso quarto, sentindo-se fortalecido e capaz no milagre que Deus acabou de colocar em minhas mãos. Houve tantas vezes ao longo deste processo que eu queria desistir, que queria encontrar uma saída fácil, mas o Deus Todo-Poderoso me trouxe através dele com tanta graça e fidelidade.

[ad_2]

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.